terça-feira

dú vida

Se não tivéssemos ilusões, seríamos mais sinceros?

Um comentário:

Fernando disse...

E se a sinceridade fosse uma subclasse da ilusão, mas fosse tão bem colocada que ao estar-se nessa subclasse não percebêssemos a sua dimensão? Então como saber a linha divisiva para poder dizer que seríamos mais ou menos sinceros? Seríamos como somos, ilusoriamente sinceros!